1. Porque você deve justificar os investimentos de seus patrocinadores. Nesse caso, você deve fazer essa divulgação como um relatório, mostrando que não é enrolação, que seus números, comparados aos padrões internacionais (os verdadeiros) são substanciais, entre outras coisas, sem fazê-lo de maneira entediante como um relatório corporativo ou acadêmico. Se você fizer isso, ninguém lê e seu patrocinador perdeu o investimento dele. Comunicação é tudo.
  2. Porque você quer atrair mais parceiros/patrocinadores e você precisa demonstrar seu valor;
  3. Você deve fazer isso DEPOIS de ter provas das conquistas. Nada de promessas.
  4. Você divulga suas conquistas porque você quer que seu público continue lendo suas coisas e consumindo seus produtos. Em outras palavras, você as divulga como prova de autoridade: você não é outro falador teórico. Você foi lá e entrou debaixo da barra (e levantou um pesão decente);
  5. Você faz isso também porque quer que seus alunos o levem a sério e façam o que você recomenda, leiam o que você sugere e adotem uma atitude crítica diante da informação. Isso é um pouco mais complicado: se você não fizer direito, você vira outro guru e dá um tiro no pé (a não ser que você QUEIRA ser outro guru, caso em que você é um oportunista desprezível);
  6. Você NÃO quer se divulgar para ser aceito ou amado: você não será. Ao invés disso, você será invejado. Se você for não apenas bem sucedido, mas também descuidado quanto aos “joguinhos legais” (parecer gente boa), então, prepare-se para ser odiado.