(crônicas do mar) Sem baliza

Hoje o mar estava tão calmo, sem ondas ou correnteza, que resolvi nadar nele. Há muitos e muitos anos não fazia isso. Mas confiei nos meus instintos – afinal, foi no mar que aprendi a nadar, aos 3 anos, com meu irmão Mauro e minha mãe. Mauro sempre teve um senso prático: importante saber nadar […]

(crônicas do mar) Sem baliza Leia mais »