1.       Se somos colegas de projeto esportivo, de treino, de estudo você terá todo o meu respeito e apoio desde que não MINTA, não plageie e não tente enganar o grupo ou impor sua vontade por mecanismos não meritórios

2.       Se precisa de apoio, peça e aceite a resposta mais provável que é uma negativa educada, pois meu dia tem só 24h. Por favor, não insista pedindo “dicas”, que é uma forma manipulativa de extorquir consultoria

3.       Se você treina comigo, espero de você o mesmo empenho, seriedade e isenção que eu dedico ao esporte. Considero os nossos esportes/artes atividades centrais para nós e nossas famílias. Por família eu entendo pais, filhos, irmãos e companheiros de vida. Por favor: não traga namoradinha ou namoradinho ao treino. São foco de dispersão, intriga e pode ser a primeira e última vez que você me verá num treino se um deles se fizer presente por sua iniciativa ou permissão.

4.       Mentira e intriga: não peça desculpas. Não há uma segunda chance.

5.       Assim como não existe “meio morto” ou “meio grávida”, não existe “meio certo” ou “meio errado”: ameaçar, roubar, mentir e manipular são ERRADOS e ponto final. Eu sou moralista quanto a tudo isso, e não tenho que me justificar

6.       Eu tenho família biológica e clãs. Procure mapear quem são e respeite estes indivíduos mais do que a mim mesma. Qualquer ato de desrespeito a um irmão – seja biológico ou de clã – é banimento automático.

7.       Não mande recados: covardia também leva a banimento.

8.       Não fale pelas minhas costas: eventualmente eu descubro e também é banimento na certa.

9.       Todos precisamos de alguém. Eu sei de quem eu preciso, e não é de muita gente. Se precisamos um do outro, sejamos claros e objetivos – não é necessário simular amizade ou laços de afeto