Tenho postado uns videos absolutamente amadores, sem qualidade, em geral filmados no meu escritórios diretamente no youtube para economizar edição. Para que edição? Eu não sei editar. Somos uma família compacta e coerente: meus irmãos Laerte e Lena são totalmente geniais com imagem. Eu sou um desastre.
Aliás, esse é o desenho do meu irmão Laerte que ilustrou a capa do meu livro e, para mim, é a síntese do que eu falo por aqui.

Ok, isso foi uma digressão. Vamos em frente.

Os videos contém comentários pontuais sobre a re-apropriação corporal. O público para o qual eu falo é específico: falo para os intelectuais, lato sensu, profissionais de áreas técnicas, artistas, jornalistas e outros que cabem no conceito de “elite simbólica”. Pessoas  que com os anos foram negligenciando sua corporalidade e perdendo qualidade de vida.

Tenho meus motivos para me dirigir a essa gente. Primeiro, que, tenha eu feito percursos heterodoxos e circulado por diversas sub-culturas tão diferentes que na prática invisíveis umas para as outras, aquela é minha tribo original. E a pessoa nunca perde o vínculo com ela. É onde aprendeu a olhar, interpretar e pensar, mesmo que negue e tente reconstruir tudo isso depois.

Segundo, que nessa tribo está uma parte grande das pessoas afetivamente importantes para mim: filha, irmãos, pais, amigos de altíssima estima, amores. Por mais que fiquemos bravos com esse tipo de pessoa, o afeto fala mais alto. Como diz o Bruno Reis, eu vivo numa missão de resgate com eles.

Terceiro, porque não tem quem dialogue com eles sobre sua corporalidade. Pode ter um bando de profissionais da saúde para falar dos corpos deles, mas não da vivência corporal, que é onde mora o problema.

Quem quiser seguir a série, está no meu canal do youtube:

http://www.youtube.com/user/marilia05

Entrem lá que está tudo identificado. Deixem recados, cá ou lá, tanto faz.

Para quem quiser ler um pouco mais sobre alienação corporal e esses temas todos, tem algo no meu livro:

 

 

 

 

 

 

MARILIACOUTINHO.COM – idéias sobre treinamento de força, powerlifting, levantamento de peso, strongman, esportes de força, gênero e educação física. Ideas on strength training, powerlifting, weightlifting, strongman, strength sports, gender and physical education.

A vida é pentavalente: arranco, arremesso, agachamento, supino e levantamento terra. Life is a five valence unit: the snatch, the clean and jerk, the squat, the bench press and the deadlift.

  • Armando

    Oi Marília, posso compartilhar os seus vídeos no meu blog?
    Um abraço!

  • Luciana

    Marilia, muito bom, eu como intelectual e adepta contumaz de atividade física concordo totalmente. Só uma observação: o que costumamos chamar de profissionais da saúde muitas vezes são na verdade técnicos da doença. Saúde é uma atitude, ligada à alimentação, auto cuidados e mais, não um conjunto de testes, procedimentos médicos, farmacológicos, cirúrgicos.
    abraços