Sabe por que eu recusei ajudas para arrumar meu site original, o bagunçadíssimo “bodystuff.org”? Porque a lógica dele é a do mato do quintal. Ele cresce segundo forças pouco controláveis, como minhas próprias demandas e atividades, interesses, ou novidades na literatura científica e no esporte.

Agora haverá toda uma sessão sobre mulheres por causa dos cursos sobre treinamento para mulheres que estou dando. A necessidade de atualizar a bibliografia gerou esse broto no mato do site.

Outros aparecem do nada, fica difícil linkar, mas estão lá, como o de plantas medicinais e de fontes vegetais de proteína.

Meu site tem isso em comum com o quintal: não combinam com paisagismo tradicional.