Você, amigo ou amiga que treina numa academia boate: você está fazendo isso errado. Você não está treinando. Está se submetendo a um programa masoquista de pentelhação progressiva que vai acabar com seu humor, seu controle de cortisol e, principalmente, com a qualidade do seu movimento.

Você quer treinar assim?

Ou assim?

Como é que você quer treinar aqui?

 

E é claro que um bando de Patty que não sua e Mauricinho sem bunda não vai entender seus movimentos e muito menos seu corpo. Querida, Patty não tem trapézio. São seres humanos inibidos em seus padrões naturais de movimento desde pequenas, a estrutura física delas é toda bizarra. A única coisa grande nelas é o silicone.

Mauricinho tem uma área onde a calça “lhe cai bem” onde estaria uma bunda, pois bunda é feita de musculatura glútea, coisa que humanos que a utilizam tem. Como ter bunda sentado o dia inteiro (inclusive para treinar)?

Esses lugares não foram feitos para treinar, amigos. Foram feitos para realizar certos rituais desse grupo que representam a antropologia mais enfadonha imaginável, por isso pouca gente tem saco até para estudar. Ninguém merece uma tese sobre a “etnografia da mediocridade da classe média”.

Treinar em salinha fitness: você está fazendo isso errado!

Vá para algum lugar onde você seja como todo mundo.

 

 

MARILIACOUTINHO.COM – idéias sobre treinamento de força, powerlifting, levantamento de peso, strongman, esportes de força, gênero e educação física. Ideas on strength training, powerlifting, weightlifting, strongman, strength sports, gender and physical education.

A vida é pentavalente: arranco, arremesso, agachamento, supino e levantamento terra. Life is a five valence unit: the snatch, the clean and jerk, the squat, the bench press and the deadlift.